Postagens

Mostrando postagens de 2011

MedCine debate a legislação para menores infratores

Imagem
O último MedCine de 2011 exibe o documentário brasileiro Juízo, dirigido por Maria Augusta Ramos. A sessão de cinema comentada por especialistas será na quarta-feira, 30 de novembro, às 18 horas, na sala 34.  O debatedor será o juiz da Vara da Infância e da Juventude de Belo Horizonte, José Honório de Rezende, a convite dos coordenadores do Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente (ObservaPED), ligado ao Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. A sessão é gratuita e aberta ao público externo.

Encontro do Departamento de Pediatria reúne 70 professores

Imagem
“O perfil do docente diante da atual realidade da UFMG” foi o tema do 21º Encontro do Departamento de Pediatria, realizado no último dia 19 de outubro, no Hotel Piemonte, em Belo Horizonte, que contou com a participação de aproximadamente 70 professores.

Educar as crianças para promover a saúde

Imagem
Crianças bem informadas podem contribuir para que os pais adotem um estilo de vida mais saudável. O assunto será apresentado na mesa-redonda “Começando pela criança: Educação e Saúde”, na quinta-feira, 3 de novembro, às 14h30, no Auditório Topázio do Minascentro, dentro da programação do 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina na UFMG.

Acidentes com crianças: saiba como prevenir

“Em qualquer ambiente, toda criança está constantemente exposta ao risco de acidentes, seja pela sua própria condição de imaturidade, física e emocional, seja pela falta de estrutura mais adaptada à sua idade”, afirma a professora Maria Aparecida Martins, do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. Ela alerta:  uma em cada dez crianças já sofreu algum tipo de acidente no domicílio, na escola ou em ambientes de lazer.

Obesidade na infância pode afetar vida adulta

Imagem
A obesidade infantil está relacionada não apenas à herança genética, mas é resultado de uma combinação complexa de outros fatores, como estilo de vida, sedentarismo, aumento do consumo de comida industrializada, fatores emocionais e o ambiente em que a criança vive. Os casos de crianças obesas têm crescido no Brasil, tendência já observada há vários anos nos países desenvolvidos. Quem faz o alerta é a professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG, Egléa Maria da Cunha Melo.

Cresce a criminalidade entre adolescentes em Minas

Imagem
Pesquisa coordenada pelo cientista social Marco Antônio Couto Marino (pesquisador do ICA - Instituto da Criança e do Adolescente da PUC Minas) aponta que o número de assassinatos entre adolescentes de 10 a 14 anos cresceu 375,6% nos últimos 10 anos, segundo dados do Ministério da Saúde e da Justiça. Enquanto em 1999 foram registradas 12 mortes nessa faixa etária, em 2009 foram contabilizadas 50 mortes por causas violentas. O cientista social aponta fatores causais múltiplos para os índices, dentre os quais destacam o acesso precoce à armas, a violência doméstica e o tráfico de drogas.No ranking geral de violência entre todas as idades, Minas Gerais ocupa a 23ª posição entre os estados brasileiros, com 3.201 homicídios registrados em 2010. Em contrapartida, foi o 4º estado em crescimento nos índices de homicídios de 10 a 14 anos, ficando atrás de Bahia, Maranhão e Pará, respectivamente. Com isto, os índices de homicídio subiram de 2% em 1999 para 8,8% em 2009, um aumento de 340%.O soci…

Imunização de prematuros ainda precisa ser incentivada no país

Imagem
Cerca de 10% das crianças que nascem por ano são prematuras. Essas crianças, que muitas vezes nascem com baixo peso, necessitam de cuidados essenciais para conseguir sobreviver, sendo um deles – e o principal, a vacinação na maternidade. A preocupação com a vacinação de prematuros ainda está começando a fazer parte da realidade brasileira e deve ser incentivada. Deve-se ressaltar que as vacinas não devem ser administradas enquanto o bebê estiver grave, mas assim que as complicações são controladas, deve começar a ser seguido o calendário de vacinação habitual, ainda no hospital. Estudos comprovam que quando as crianças iniciam as vacinas ainda no hospital há maior chance de o calendário ser seguido com maior rigor. Os prematuros têm o sistema imune pouco desenvolvido, sendo as vacinas essenciais para a prevenção de doenças.*Clique na imagem para ampliar.Fonte: Jornal O Tempo.

Nescon lança projeto Álbum de Família

O Núcleo de Educação em Saúde Coletiva (Nescon) da Faculdade de Medicina , em parceria com o Departamento de Ciência da Computação da UFMG, lança nesta quarta-feira, 24 de agosto, às 11h, o “Álbum de Família: genograma online como instrumento clínico e ferramenta de educação à distância”. O lançamento, que acontece durante a Reunião Científica do Departamento de Pediatria, será  às 11 horas, na sala 138 da Faculdade de Medicina da UFMG.Trata-se de um aplicativo em formato eletrônico que tem como objetivo auxiliar profissionais da área de saúde na sua prática diária e oferecer-lhes uma ferramenta de apoio em seu processo de educação permanente. Capaz de identificar e retratar a dinâmica familiar com seus padrões de relacionamentos e conflitos, doenças, ligações pessoais e sociais, o genograma é a representação gráfica de uma família por meio de símbolos convencionados. A ferramenta, utilizada em ambientes de atenção à saúde desde 1985, é desenhada manualmente e arquiva…

Reunião Científica Departamento de Pediatria

Tema:Projeto Álbum de Família - GenogramaPalestrante: Prof. Edison José CorreiaData 24/08/2011 – 11 Horas - Sala: 138O GENOGRAMA é um instrumento utilizado por profissionais em abordagens familiares, na atenção primária à saúde e na pesquisa sobre famílias. É capaz de identificar e retratar a estrutura familiar com seus padrões de relacionamentos e conflitos, suas patologias, relações pessoais e sociais.

Manual da Amamentação e Uso de Medicamentos e Outras Substâncias

Em fevereiro de 2010, o Ministério da Saúde lançou o Manual de Amamentação e Uso de Medicamentos e Outras Substâncias. Ele classifica diversos medicamentos de acordo com sua segurança de uso durante a amamentação: vermelho (uso contraindicado), amarelo (uso criterioso) e verde (uso compatível). Sua elaboração baseou-se em ampla revisão da literatura científica, sendo um instrumento confiável e objetivo que pode ser um bom auxílio para a prática médica.Veja o manual completo no site do Ministério da Saúde ou baixe o PDF aqui.A doação de leite materno tem sido importantíssima para a saúde de crianças que por algum motivo não podem ser amamentadas por suas mães. A organização das doações é realizada por meio de Bancos de Leite e existem pré-requisitos para que a mãe possa ser uma doadora. O profissional de saúde deve incentivar a doação, mas também saber como orientar as mulheres que desejam doar seu leite. Informações a respeito do funcionamento e localização dos Bancos de Leite e sobre…

A importância do aleitamento saudável

Imagem
Amamentar é um ato de aproximação entre mãe e filho. Na Semana Nacional da Amamentação, instituída pelo Ministério da Saúde e pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) entre os dias 1º e 7 de agosto, convidamos a professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG, Maria Cândida Bouzada, para explicar porque o aleitamento materno é tão importante para a criança.“O leite materno é o alimento perfeito até pelo menos os dois anos da vida”, afirma a pediatra. Ela explica que o leite é constituído de inúmeras substâncias como proteínas, carboidratos e gorduras, além de conter importantes fatores de defesa. “Existe, por exemplo, uma importante imunoglobulina que forma uma espécie de ‘tapete’ protetor no trato gastrointestinal do bebê, evitando a infecção por bactérias e vírus”, explica a professora.Importantes órgãos de saúde, como a Organização Mundial de Saúde, a própria SBP e o Unicef recomendam que o leite materno seja o alimento exclusivo até os seis meses de id…

Mineiros "órfãos" de pediatras e geriatras

Imagem
Minas Gerais tem enfrentado hoje um problema que muitos não imaginavam: a falta de pediatras. A Sociedade Mineira de Pediatria estima que nos últimos quatro anos pelo menos 19 serviços de atendimento à criança tenham sido fechados em Belo Horizonte e situação é ainda pior quando se analisa todo o estado. O mesmo problema tem ocorrido com a geriatria. Com a falta desses profissionais, a assistência à saúde da criança e do idoso fica prejudicada, pois muitas vezes não é possível realizar o acompanhamento dos pacientes de maneira adequada.Fonte: Jornal Hoje em Dia

Prevenção desde a infância

Imagem
Deficiências visuais podem levar a dificuldades no aprendizado e no relacionamento social, por isso a importância de um acompanhamento oftalmológico periódico desde a infância. Diversos problemas oftalmológicos, se diagnosticados precocemente, podem ser tratados com grandes chances de resultado.  Estima-se que 80% dos casos de cegueira estejam nos países em desenvolvimento e que 66% desses casos poderiam ter sido prevenidos ou curados. Recomenda-se que o exame oftalmológico seja feito logo após o nascimento, aos 6 meses, por volta dos 3 ou 4 anos e periodicamente ao longo do período escolar.

Evento discute Neurologia Pediátrica

A Faculdade de Medicina e o Hospital das Clínicas da UFMG promovem, em agosto,o 2º Simpósio de Neurologia Pediátrica.O evento é voltado para alunos de graduação e profissionais da área de saúde. O 2º Simpósio de Neurologia Pediátrica inicia-se no dia 26 de agosto, à noite, e termina no fim da manhã do sábado, 27. A programação inclui mesas-redondas sobre paralisia cerebral e epilepsia, além de palestra sobre Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade.As inscrições devem ser feitas até o dia 24 de agosto no site da Fundep. Na mesma página, está disponível a programação.FONTE: Portal da Faculdade de Medicina da UFMG

Deve ser permitida a internação compulsória de viciados em crack?

Imagem
Em 25/06/2011, a coluna Tendências/Debates do jornal a Folha de São Paulo trouxe à baila importante e atual discussão sobre o dilema da internação compulsória ou não de aditos ao crack. A complexa problemática que envolve a disseminação e o uso dessa droga altamente presente nas culturas ocidentais contemporâneas é foco de discussão dos artigos de autoria de Luis Flávio Sapori, sociólogo e professor da PUC MINAS e Dartiu Xavier da Silveira, médico psiquiatra e professor da UNIFESP. O primeiro acredita que a internação compulsória desse indivíduo faz parte de um conjunto de ações de responsabilidade do Estado junto à Sociedade Civil que tem como objetivo final a expansão da metodologia de tratamento do usuário de crack. Já o segundo defende que a dependência por drogas não se resolve através de medida compulsória e que enveredar por essa via seria reproduzir o discurso higienista que tenta livrar o social de qualquer mal, de qualquer ameaça à ordem estabelecida.Nessa série de reportage…

Professor discute Teste do Pezinho em Audiência Pública

O portal da Faculdade de Medicina da UFMG está disponibilizando vídeo que contém o pronunciamento do professor Marcos Aguiar durante a Audiência Pública sobre o Teste do Pezinho, realizado pelo Senado Federal.Lei matéria na íntegra clicando aqui.Assista ao vídeo no link abaixo:Audiência Pública sobre Teste do Pezinho - 06/06/2011 from Medicina UFMG on Vimeo.

Nem todos os jovens confiam que camisinha previne a AIDS

Imagem
Um estudo realizado pela UFMG mostra a falta de informação dos jovens com relação ao uso de preservativo na prevenção contra a Aids. Dezenove por cento dos 1137 estudantes de ensino médio entrevistados não reconhecem a camisinha como uma forma de proteção. A opção por não usar o preservativo parece estar relacionada à crença equivocada de invulnerabilidade e/ou à confiança excessiva em um parceiro fixo. O assunto tem sido cada vez menos abordado na mídia e o número de casos de Aids tem aumentado. Em Minas Gerais, existem hoje 29.260 casos da doença. Leia a notícia completa.

Fumantes causam asma em crianças

Imagem
O cigarro é motivo de grande preocupação para profissionais de saúde: ele é responsável pelo surgimento de várias doenças graves nos fumantes e milhões deles morrem todo ano em consequência do cigarro. Entretanto, os danos causados pelo cigarro não se restringem apenas aos fumantes. Uma pesquisa realizada com 374 crianças em Nova Lima mostrou a forte relação entre a exposição ao fumo e o desenvolvimento de asma. Neste estudo, 60% das crianças acima de 3 anos com risco de desenvolver asma tinham sido afetadas pela fumaça do cigarro durante a gestação ou após o nascimento. Entenda melhor os danos que o cigarro pode causar em crianças, lendo a matéria completa.Clique nas imagens para ampliar.

Profilaxia secundária

Imagem
Hipertensão porta é uma síndrome clínica decorrente de doenças hepáticas e extra-hepáticas, tendo como principal complicação a hemorragia digestiva alta por sangramento de varizes esofagianas. O objetivo deste artigo é apresentar revisão atualizada sobre profilaxia secundária de varizes esofagianas em crianças e adolescentes, a partir de revisão da literatura dos últimos 30 anos. A profilaxia secundária está indicada a todos os pacientes com sangramento de varizes esofagianas. Em adultos, o método considerado de melhor eficácia é o uso combinado de beta-bloqueador e ligadura elástica. Na infância, não existe consenso sobre a melhor forma de profilaxia e a maioria dos estudos são relatos de séries de casos. A terapia endoscópica tem apresentado eficácia de 80 a 100% em erradicar as varizes esofágicas. O único estudo randomizado em pediatria que comparou os métodos endoscópicos foi mais favorável à ligadura elástica. Poucos estudos relatam o uso do propranolol na infância. Somente um es…

Trombose de veia porta

Imagem
Trombose de veia porta (TVPO) refere-se à obstrução total ou parcial do fluxo sanguí- neo nessa localização, secundária à formação de trombos. Essa entidade se mostra importante na faixa etária pediátrica, por ser causa importante de hipertensão porta, com elevadas taxas de morbidade devido à sua principal complicação - a hemorragia digestiva alta (HDA). Aproximadamente 79% das crianças com diagnóstico de trombose de veia porta apresentarão ao menos um episódio de HDA.A etiologia da trombose é variada e, na maioria dos casos, há associação de fatores locais e sistêmicos, sendo o cateterismo umbilical o principal fator etiológico encontrado em crianças.A importância dos distúrbios de coagulação entre esses fatores está se tornando mais acentuada à medida que novos estudos e métodos diagnósticos são disponibilizados. O tratamento varia de acordo com a forma de apresentação – aguda ou crônica – e com a existência ou não de complicações associadas à TVPO.No quadro agudo a anticoagulação e…

A evolução do cartão de vacina

Imagem
Para manter a agenda de imunização em dia, é fundamental a conservação e atualização do cartão de vacinação, que é o documento de controle das doses recebidas e das vacinas que ainda precisam ser tomadas.Em 2005, o Ministério da Saúde adotou a Caderneta de Saúde da Criança (CSC), destinada a todos os nascidos em território brasileiro. Além da atualização vacinal, ela registra importantes eventos da saúde infantil: dados sobre a saúde visual, auditiva e bucal; histórico neonatal; informações sobre alimentação e aleitamento; orientação para as mães; entre outras informações.A infectologista Regina Lunardi, do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina, destaca os gráficos apresentados na Caderneta de Saúde da Criança, que são diferentes de acordo com o gênero e seguem os padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS). “Este cartão é fantástico, e deve ser exigido. Os dados apresentados facilitam muito as consultas médicas. Sem dúvida, representa um avanço na polític…

Dia Nacional do Teste do Pezinho reforça a importância do exame

Imagem
Este dia 6 de junho pode passar despercebido para muita gente. Mas certamente 3.731 pessoas espalhadas pelo território de Minas Gerais irão se lembrar do Dia Nacional do Teste do Pezinho, exame que possibilita o diagnóstico precoce de hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, doença falciforme e fibrose cística. Em todo o estado, os portadores dessas doenças são acompanhados pelo Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG (Nupad). Graças ao diagnóstico prematuro, os sintomas podem ser amenizados e muitos dos mais de 3 mil pacientes levam uma vida normal.Teste do pezinho é o apelido dado ao exame de triagem neonatal, justamente porque consiste na coleta de uma gota de sangue do calcanhar do neném. Este procedimento é realizado nas unidades de saúde de cada município, sempre no quinto dia de vida da criança, quando também são feitas a pesagem, medição e aplicação da vacina BCG. O Dia Nacional do Teste do Pezinho foi instituído pelo Gov…

Fatores ambientais associados ao sobrepeso infantil

Muitos fatores ambientais já se apresentam claramente definidos como associados ao sobre- peso na infância, tais como hábitos alimentares indesejáveis, inatividade física e obesidade dos pais. No entanto, existem outros fatores que não tem relação causal comprovada com o sobrepeso infantil. Esse artigo científico apresenta um estudo transversal realizado em Viçosa, MG, com escolares de 6 a 10 anos. Este estudo teve como objetivo investigar fatores ambientais, que ainda precisam ser devidamente analisados para melhor definir a associação ao sobrepeso infantil. Entre esses fatores, estão características intra-uterinas (ganho de peso, tabagismo e idade gestacional); perinatais (peso ao nascer e aleitamento materno) e da família (escolaridade e tabagismo materno, número de irmãos da criança e número de pessoas residentes no domicílio).Fatores ambientais associados ao sobrepeso infantil

Efeitos a curto e longo prazo do aleitamento materno na saúde infantil

Esse artigo apresenta uma interessante revisão da literatura a respeito dos efeitos gerais do aleitamento materno na saúde infantil. Um dos autores é professor do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG.Neste estudo, ressalta-se a importância do procedimento, pois além de seus benefícios em curto prazo já bem esclarecidos na literatura, têm-se observado efeitos benéficos também em longo prazo.  Esses efeitos estão relacionados aos fatores de risco cardiovasculares, como a diminuição da pressão sanguínea, do perfil lipídico indesejável e da incidência de obesidade durante a infância . Outras doenças crônicas apresentadas são diabetes tipo II e câncer.O artigo conclui que embora os estudos mostrem modesto efeito protetor do leite materno, é necessário um melhor entendimento sobre a complexidade deste alimento na redução do aparecimento de doenças crônicas na infância. Os resultados em longo prazo ainda permanecem controversos.Efeitos a curto e longo prazo do aleitamen…

Efeito protetor do aleitamento materno contra a obesidade infantil

Por ser a obesidade uma doença crônica de difícil tratamento, associada a diversas condições mórbidas e cuja prevalência vem aumentando, deve ser dada ênfase especial às medidas preventivas. Nesse contexto, vários autores levantaram a hipótese de que o aleitamento materno teria um efeito protetor contra a obesidade.No artigo, os autores apresentam uma revisão da literatura sobre essa hipótese. Foram analisados vários estudos epidemiológicos ou que procuraram explicar os mecanismos biológicos envolvidos.Dessa forma, o artigo inclui apresentação da regulação do balanço energético e da multicausalidade da obesidade, assim como os aspectos epidemiológicos e comportamentais do aleitamento materno e sua relação com o imprinting metabólico.Efeito protetor do aleitamento materno contra a obesidade infantil

Obesidade - Overweight in Children and Adolescents

Esse artigo apresenta uma visão mais aprofundada da fisiopatologia da obesidade e das suas doenças associadas. É um artigo muito completo que aborda, também, a epidemiologia, as conseqüências, a prevenção e as comorbidades desse distúrbio. Além disso, a conclusão desse texto apresenta algumas das principais recomendações para a abordagem terapêutica do paciente obeso. O artigo foi publicado em uma revista mundialmente reconhecida e está em inglêsObesidade - Overweight in Children and Adolescents

Obesidade - Reducing Obesity via a School-Based Interdisciplinary Intervention Among Youth

Este artigo tem como base um estudo feito para avaliar o impacto de políticas de saúde aplicadas em cinco escolas nos EUA, cujo objetivo era reduzir os índices de obesidade e sobrepeso em crianças. É importante observar que essas medidas intervencionistas são de fundamental importância para o combate e prevenção desse problema, freqüente na população infantil.Obesidade - Reducing Obesity via a School-Based Interdisciplinary Intervention Among Youth

Prevalência de obesidade e sobrepeso na adolescência no Brasil

Um dos autores deste artigo é professor do Departamento de Pediatria da UFMG, já escreveu vários trabalhos sobre obesidade e é um dos colaboradores do ObservaPED . Trata-se de um artigo de revisão, com enfoque nos dados sobre a prevalência de sobrepeso e obesidade. Apresenta também uma rica abordagem do problema como um todo, do diagnóstico e de suas implicaçõesPrevalência de obesidade e sobrepeso na adolescência no Brasil

O histórico processo de exclusão/inclusão dos adolescentes autores de ato infracional no Brasil

O artigo faz um resgate histórico dos vários cenários em que se inseriram os jovens infratores no Brasil. Reapresenta políticas públicas direcionadas a eles, desde o Brasil colônia até a atualidade. Além de apontar os elementos históricos constituintes do processo de inclusão pela exclusão, demonstra como este modelo ainda é presente hoje em dia. Os autores fazem uma reflexão crítica sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), afirmando sua importância e suas defasagens. Em concordância com a maioria dos artigos que tratam do tema, eles salientam a necessidade de se construir políticas públicas para reduzir o número de jovens infratores. Segundo o artigo, essas políticas devem ser pautadas na idéia de que a punição desses adolescentes não deve levar a estigmas e preconceitos e não devem ser criminais, mas sobretudo socioeducativas.O histórico processo de exclusão/inclusão dos adolescentes autores de ato infracional no Brasil

A Violência na Adolescência: Um Problema de Saúde Pública

O contexto de exclusão social e de vulnerabilidades de jovens infratores e de suas famílias

O artigo estuda o impacto do ambiente familiar e da exclusão social na vida do jovem infrator.  Constata a fragilidade da maioria das famílias dos entrevistados, que experimentam uma condição de pobreza e exclusão, isolando-se do meio social. O artigo também aborda a questão da ausência da figura paterna e/ou materna e as conseqüências emocionais e financeiras decorrentes da separação dos pais. As vulnerabilidades da família revelam, também, uma complicada história de agravos à saúde e de violências sofridas.O contexto de exclusão social e de vulnerabilidades de jovens infratores e de suas famílias

Efeitos da entrevista motivacional em adolescentes infratores

A entrevista motivacional é uma intervenção breve que visa estimular a mudança de comportamento. Neste artigo foi realizado um estudo com 50 adolescentes que cometeram ato infracional e que são usuários de droga. Todos foram avaliados por meio de protocolo padrão. Os jovens foram submetidos a cinco sessões de entrevista motivacional e reavaliados posteriormente. Os dados evidenciaram que, após a entrevista motivacional, houve mudança no consumo de drogas, nos estágios motivacionais e nas crenças cognitivas em adolescentes infratores usuários de drogas.Efeitos da entrevista motivacional em adolescentes infratores

Adolescentes em conflito com a lei

O objetivo deste artigo é levantar perfis sociodemográfico, infracional e relacional de adolescentes em conflito com a lei no município de São José do Rio Preto, em 2003. O artigo aponta o crescimento da participação destes adolescentes jovens, principalmente do sexo masculino, em atos violentos nos quais o homicídio se destaca. Os resultados encontrados foram relevantes e suscitam discussões sobre o perfil familiar desses adolescentes, suas relações maternas, a aplicabilidade da medida socioeducativa de internaçãoAdolescentes em conflito com a lei

Por uma política efetiva de atenção integral à saúde do adolescente em conflito com a lei privado de liberdade

O texto produzido pelas pesquisadoras do eixo Criança, Adolescência e Violência surge como uma forma de mostrar ao público em geral algo tão relevante em suas pesquisas: a necessidade de ser formulada uma política efetiva que proteja a saúde dos adolescentes em privação de liberdade. Dessa forma, além de ser demonstrada essa necessidade ao longo do texto, as autoras repassam as portarias, medidas e resoluções que já foram criadas nesse sentido e citam autores que defendem essa política efetiva. Questiona-se ainda no texto o papel dos agentes de saúde, personagens centrais dessa discussão. Por fim, ressalta-se o que já foi feito e o que deverá ser construído a fim de que os adolescentes em conflito com a lei e privados de liberdade não sejam vítimas da violência e tenham seu direito à saúde garantido.Por uma política efetiva de atenção integral à saúde do adolescente em conflito com a lei privado de liberdade

World report on child injury prevention

Em dezembro de 2008, a OMS e a UNICEF lançaram o "World report on child injury prevention" (Relatório mundial de prevenção de injúrias em crianças). O relatório alega que se algumas intervenções fossem empregadas em todo o mundo, mais de 1000 crianças poderiam ser salvas a cada dia. Além disso, pretende chamar a atenção para a prevenção do problema e desenvolver ações, através do estímulo ao debate e do estabelecimento de planos nacionais de ação.World report on child injury prevention

Fatores de risco para injúrias acidentais em pré-escolares

Esse artigo apresenta o primeiro estudo prospectivo, realizado no Brasil, que levou em consideração não apenas a ocorrência de injúrias acidentais, mas também o número de lesões sofridas pela criança. No estudo, por meio do registro em um diário da ocorrência de acidentes e injúrias, foram referidas inclusive as lesões menos graves sofridas pela criança. Além disso, ressalta que crianças que moram com irmãos menores apresentam taxas maiores de lesão e propõe uma explicação para esse fato.Fatores de risco para injúrias acidentais em pré-escolares

Acompanhamento do crescimento

Este artigo tem como objetivo apresentar conceitos relacionados à avaliação do crescimento, ressaltando os aspectos da avaliação individual da criança e do adolescente. Uma das conclusões mais interessantes do artigo é a importância de se verificar a velocidade de crescimento no acompanhamento de crianças e adolescentes.Acompanhamento do crescimento

Uso do cartão da criança em Feira de Santana, Bahia

O objetivo deste artigo é verificar o índice de preenchimento do "Cartão da Criança (CC)" com ênfase no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento em menores de um ano em Feira de Santana, Bahia, no ano de 2001. Seus resultados mostram índices que refletem a realidade de uma cidade do interior do Brasil, além de sugerir importantes indicadores relacionados ao correto preenchimento do CC.Uso do cartão da criança em Feira de Santana, Bahia

Qualidade do preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e fatores associados

A Caderneta de Saúde da Criança (CSC) é um documento indispensável para a promoção da saúde infantil. Foi realizado um estudo com crianças acompanhadas no Sistema Único de Saúde (SUS), visando analisar os fatores associados à qualidade do preenchimento da CSC. Foram realizadas entrevistas e foram verificadas as cadernetas de 365 crianças das nove regionais de saúde de Belo Horizonte. Os resultados apontam a precária utilização da CSC, reforçando a necessidade de investimentos na capacitação dos profissionais e na organização dos serviços para que o instrumento atinja seu objetivo de auxiliar na promoção da saúde infantil.Qualidade do preenchimento da Caderneta de Saúde da Criança e fatores associados

Avaliação do preenchimento dos dados sobre gravidez, parto e recém-nascido

O objetivo deste artigo é avaliar o preenchimento dos dados sobre gravidez, parto e sobre o recém-nascido na Caderneta de Saúde da Criança (CSC) e compreender como as mães entendem a função desse instrumento em Belo Horizonte. Seus resultados são alarmantes, o que comprova o preenchimento inadequado da Caderneta, instrumento fundamental para avaliação da saúde da criança. O artigo ainda afirma que esforços devem ser tomados para que o documento cumpra seu papel na promoção da saúde infantilAvaliação do preenchimento dos dados sobre gravidez, parto e recém-nascido

Lei da Palmada

Só uma palmada. Permitido ou proibido?A criança não é um adulto em miniatura. Além do crescimento físico, durante sua vida, ocorre o desenvolvimento de estruturas psíquicas como a linguagem, o social, o cognitivo, moral, a própria imagem e a dos outros, etc. Este desenvolvimento depende, em geral, da saúde da criança, do temperamento, do meio onde vive e especialmente da interação com o outro. O protótipo organizador é a relação mãe-filho.Também sabemos que a criança se envolve em diferentes situações embaraçosas tanto para ela quanto para seu cuidador, como a recusa a comer, ir à escola; a adoção de atitudes desafiadoras em relação aos responsáveis, bater nos irmãos, entre outras. Creio que, como princípio, precisamos tentar compreender, até determinado nível, o que acontece em cada uma dessas situações para sabermos agir.Entretanto os adultos por vezes empregam métodos primitivos, físicos, como a palmada ou palavras humilhantes para solucionar essas questões. A escolha desses método…

Trabalho infantil

O portal G1 realizou um levantamento sobre o trabalho infantil nos estados brasileiros, baseando-se nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada no dia 8 de setembro. Piauí é o estado com maior índice de trabalho infantil, onde 11% das crianças se inserem nesta realidade. Ceará, Rondônia e Tocantins também apresentam índices altos de crianças trabalhando, 10%. No outro extremo, Amapá, Distrito Federal e Rio de Janeiro apresentam apenas 1% de crianças ocupadas. De acordo com os dados, 5% das crianças brasileiras trabalham. É a metade do índice total da América Latina (10%). Confira o levantamento completo na páginaConfira o levantamento completo na página

Cadeirinha

Imagem
Entrou em vigor, a partir do dia 01 de setembro, a lei que torna obrigatório o uso de cadeirinha no transporte de crianças de até sete anos e meio em veículos. Já iniciou-se a fiscalização dos veículos. O descumprimento da lei é considerado infração gravíssima, com multa de R$ 191,54, perda de sete pontos na Carteira de Habilitação e retenção do veículo até que seja corrigida a irregularidade. Leia a matéria no site do Detran:Leia também a reportagem da Folha Online publicada no dia 01/09, que explica um pouco sobre a nova lei e mostra que a população ainda tem muitas dúvidas quanto às cadeirinhas adequadas.A matéria da Folha Online do dia 9 de setembro traz informações sobre a fiscalização policial e sobre as multas aplicadas e as muitas dúvidas dos policiais.

Vômitos

É a expulsão do conteúdo do estômago através da boca, de maneira forçada, após contrações da musculatura abdominal. O conteúdo eliminado pode ser composto por alimentos não digeridos, já digeridos ou por secreções do organismo que são importantes no processo de digestão (saliva, suco gástrico, bile).

Verruga

São lesões elevadas, da cor da pele e ásperas que se localizam, geralmente, na planta do pé (verruga plantar), na palma das mãos (verruga palmar) e próximo das unhas (verruga periungueal). É causada pelo vírus HPV.

Tosse

A tosse é um mecanismo de defesa para manter a permeabilidade das vias aéreas, removendo o excesso de secreções e substâncias inaladas acidentalmente.

Terçol

É a infecção de uma pequena glândula localizada na extremidade da pálpebra, no mesmo local onde estão os cílios (terçol externo) ou de uma glândula que está dentro da pálpebra (terçol interno).

Sono e repouso

Têm importância reparadora garantindo o equilíbrio físico e mental. O número de horas de sono é variável de acordo com cada criança e cada grupo etário.

Sarna

É a infecção da pele por um carrapato muito pequeno, que não pode ser visto sem uma lente de aumento. A infecção por esse carrapato, ou ácaro, é também chamada de “escabiose”.

Sarampo

O sarampo é uma doença exantemática, quase erradicada no Brasil, ou seja, existe apenas um número muito pequeno de casos em todo o país.

Sapinho

É a infecção da boca causada por um micróbio chamado “cândida” ou “monília”. É um tipo de estomatite (nome geral das inflamações da boca) e é comum em crianças pequenas.

Pereba, Piodermite

Ver Impetigo.

Oxiúro

É um parasita do intestino chamado Enterobius vermicularis. Sua infecção é conhecida por oxiuríase ou enterobíase.

Obstrução nasal

É causada por acúmulo ou ressecamento de secreções, restos alimentares ou corpo estranho nas narinas.

Molusco contagioso

É uma infecção na pele causada por um vírus (poxvírus), por isso mesmo, é uma doença contagiosa.

Mecônio

São as primeiras fezes do recém-nascido, escuras, quase pretas.

Higiene da criança

A atenção dispensada às suas necessidades físicas contribui para a sua proteção física e seu ajustamento psicológico.

Gripes e resfriados

São infecções causadas por vírus, para os quais os antibióticos não fazem efeito.

Ferimentos superficiais

São geralmente decorrentes de acidentes. É importante distinguir os que podem ser tratados em casa e os que precisam de cuidados no Centro de Saúde ou no Hospital.

Febre

É o aumento do calor (temperatura) natural do corpo. É medida com o termômetro, geralmente debaixo do braço (axila). É considerada normal uma temperatura até 37ºC (trinta e sete graus Celsius).

Estrabismo

É a falta de paralelismo dos olhos, ou seja, a incapacidade dos dois olhos funcionarem juntos ao fixarem um objeto, sem que ocorra desvio de um olho.

Estomatite

É o nome geral que se dá para qualquer inflamação da boca ou gengivas. Não tem nada a ver com o estômago (inflamação do estômago é gastrite).

Escarlatina

É uma doença exantemática (o nome vem de “escarlate”, vermelho), comum em crianças maiores que três anos e adolescentes, causada pela toxina produzida por uma bactéria chamada estreptococo beta-hemolítico.

Erupção

No corpo, febre eruptiva ou exantema é o nome dado para manifestações na pele de várias doenças, algumas muito conhecidas, como o sarampo, a rubéola ou a catapora.

Doenças transmissíveis

Doenças transmissíveis são as que podem ser passadas de uma pessoa para outra.

Disciplina e castigo

Quando a criança começa andar, e às vezes até um pouco antes, ela quer conhecer o ambiente, pegar em tudo, como se tudo fosse permitido.

Difteria

Trata-se de uma doença infecciosa grave causada por uma bactéria que se aloja nas amígdalas, faringe, laringe, nariz e, ocasionalmente, em outras mucosas e na pele.

Diarreia Aguda

É o aumento do número de evacuações e/ou redução da consistência das fezes por menos de 14 dias.

Desmame

É o processo em que a criança deixa de mamar no peito ou na mamadeira e passar a alimentar-se no copo ou colher.

Desidratação

Imagem
É a falta de água no organismo, causada por perdas anormais, como diarreia e/ou vômitos. Quando não tratada pode levar a consequências graves e até ao óbito.

Corrimento vaginal

Corrimento vaginal é uma secreção que aparece muitas vezes devido à infecção na vagina e na parte externa da genitália feminina, a vulva. Essas infecções são chamadas de vulvovaginites. Entretanto, a infecção vaginal pode manifestar-se sem corrimento, apenas com coceira, vermelhidão, incômodo ou dor local. Geralmente o corrimento é amarelado, às vezes com mau cheiro e suja a calcinha ou a fralda.

Corpo estranho nos olhos

Popularmente referido como “cisco”, na maioria das vezes está localizado na área branca dos olhos (conjuntiva bulbar) e causa pouco desconforto.

Constipação Intestinal

A constipação intestinal é definida como evacuação persistentemente difícil ou infrequente ou como a sensação de esvaziamento incompleto do reto (a criança ou adolescente evacua, mas sente que era para ter evacuado mais).

Controle da eliminação de fezes e de urina (controle dos esfíncteres)

A aquisição do controle das fezes e da urina (controle dos esfíncteres) relaciona-se não só com a maturação do sistema nervoso da criança, como também com o desenvolvimento de suas competências sociais.

Cartão Espelho

O Cartão Espelho é a cópia do cartão de vacinação que fica arquivada na Unidade Básica de Saúde para monitoramento da situação vacinal das crianças da área de abrangência.

Caderneta de Saúde da Criança

A Caderneta de Saúde da Criança é o documento em que são registrados os dados mais importantes sobre as condições de saúde da criança do nascimento até os 10 anos de idade.

Broto

Ver impetigo.

Bicho Geográfico

Também conhecido como larva migrans cutânea ou dermatite serpiginosa. É uma doença causada pela larva de parasitas de cães e gatos, que penetram na pele.

Boqueira

É um processo inflamatório dos lábios que se manifesta como rachadura ou ferida nos cantos da boca, também conhecido como queilite angular.

Banho de Sol

Imagem
O banho de sol tem a finalidade principal de estimular a pele a produzir vitamina D pela exposição aos raios ultravioletas.

Assaduras (dermatite de fraldas)

São causadas pelo calor e umidade da transpiração, da urina e das fezes, quando se usam fraldas, roupas de plásticos e tecidos impermeáveis por muito tempo, sem trocar.

Alimentação

É uma prática natural, que cada família realiza de acordo com seus valores e suas posses. O ato de alimentar é também sempre um ato social e afetivo.

Acne

Imagem
Também é conhecida como espinha. É uma afecção da pele comum nos adolescentes. Resulta do acúmulo de secreção das glândulas sebáceas, estimuladas pela produção de hormônios.

Contato

Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMGAv. Prof. Alfredo Balena, 190 – sala 267 / Belo Horizonte – MG
Tel: +55 0XX 31 3409 9772
E-mail: contato.observaped@gmail.com

Histórico

Eu tive o privilégio de vivenciar, como docente recém admitida, a expansão quantitativa acelerada do nosso Departamento com a implantação do novo currículo do curso médico da UFMG. Eu tive também a oportunidade de vivenciar e me integrar ao projeto departamental de capacitação e qualificação. A consolidação da titulação acadêmica e a implementação da pesquisa promoveram um processo acelerado de produtividade científica em número e complexidade. Nessa longa trajetória de expansão e amadurecimento, o PED manteve os princípios básicos dos valores qualitativos nas relações humanas, a herança daquele nosso núcleo inicial de docentes.

Assumi a chefia do Departamento de Pediatria no cenário de parcerias de longa data com o Sistema Único de Saúde e de iniciativas setorizadas de intercâmbio interinstitucional, identificando-se, entretanto, espaço para um olhar extramuros com foco na saúde da criança e do adolescente em todos seus determinantes – históricos, culturais, sociais, biológicos e não …

Equipe

Professores:Benedito Scaranci FernandesBenigna Maria de OliveiraCristiane de FreitasEdison José CorrêaEglea Maria da Cunha MeloElaine Alvarenga de Almeida CarvalhoFabiana Maria KakehasiGláucia Manzan Queiroz de AndradeJoaquim Antonio Cesar MotaLilian Martins Oliveira DinizLúcia Maria H. F. GoulartMaria Aparecida MartinsRoberta Maia de Castro Romanelli
Colaboradores:Elisabeth Barboza França (professora)Ivani Novato Silva (professora)Luana Caroline dos Santos (nutricionista)Marcos Carvalho de Vasconcelos (professor)Maria Rizoneide Negreiros de Araújo (enfermeira)Marislaine Lumena de Mendonça (médica)Sônia Lansky (médica)Psicóloga:Cristina Campolina Vilas BoasNutricionista:Roseli Gomes de AndradeSecretária:Marília Regina S. RodriguesAssessoria de Comunicação da Faculdade de Medicina:Maíra Cirilo dos Anjos (Webdesigner)Karla Eloara Escarmigliat Cruz (Jornalismo)

Apresentação

O Observatório de Saúde da Criança e do Adolescente é um espaço dedicado à observação sistemática, análise e discussão de fatos, eventos, evidências e acontecimentos sobre a saúde da criança e do adolescente. Construído e desenvolvido para integrar os diferentes setores e disciplinas das várias áreas da pediatria, o Observatório trabalha por meio de parcerias consolidadas entre instituições e pessoas ligadas à profissão.As atividades desse projeto se baseiam na captura e na reunião de dados, análise, difusão e divulgação de informações relevantes a respeito da saúde da criança e do adolescente. Esse material poderá ser utilizado em diversas instituições, como universidades e governos, auxiliando na formulação de políticas públicas.A organização do Observatório é de responsabilidade do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais. Também fazem parte do projeto professores, alun…