Diarreia Aguda

É o aumento do número de evacuações e/ou redução da consistência das fezes por menos de 14 dias.


Se a duração é superior a 14 dias, é considerada diarreia crônica. Pode estar associada a vômitos e febre. É muito comum em crianças, podendo causar desidratação e contribuir para a desnutrição.


Na maioria das vezes, a diarreia é de origem infecciosa, podendo ser causada por vírus, bactérias, protozoários ou toxinas presentes nos alimentos, e tende a ter resolução espontânea. Durante esse período, a criança deve manter alimentação adequada e beber líquidos tanto quanto aceitar (água, chá, cozimento de cereais ou sopas). A diarreia que apresenta sangue ou muco nas fezes é chamada de disenteria e, diferentemente dos demais casos, pode precisar de antibióticos.


É importante lembrar que lactentes que são amamentados exclusivamente no peito possuem fezes amolecidas, o que não deve ser considerado diarreia. A mãe deve reconhecer a doença quando houver mudança na frequência de evacuações e/ou na consistência das fezes.


Veja também: evacuações e aleitamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Recomendações sobre sono seguro

Gastrite

Raquitismo