Imunização de prematuros ainda precisa ser incentivada no país

Cerca de 10% das crianças que nascem por ano são prematuras. Essas crianças, que muitas vezes nascem com baixo peso, necessitam de cuidados essenciais para conseguir sobreviver, sendo um deles – e o principal, a vacinação na maternidade. A preocupação com a vacinação de prematuros ainda está começando a fazer parte da realidade brasileira e deve ser incentivada. Deve-se ressaltar que as vacinas não devem ser administradas enquanto o bebê estiver grave, mas assim que as complicações são controladas, deve começar a ser seguido o calendário de vacinação habitual, ainda no hospital. Estudos comprovam que quando as crianças iniciam as vacinas ainda no hospital há maior chance de o calendário ser seguido com maior rigor. Os prematuros têm o sistema imune pouco desenvolvido, sendo as vacinas essenciais para a prevenção de doenças.

 

*Clique na imagem para ampliar.

 

 

 

Fonte: Jornal O Tempo.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo