MedCine debate a legislação para menores infratores

 

O último MedCine de 2011 exibe o documentário brasileiro Juízo, dirigido por Maria Augusta Ramos. A sessão de cinema comentada por especialistas será na quarta-feira, 30 de novembro, às 18 horas, na sala 34.  O debatedor será o juiz da Vara da Infância e da Juventude de Belo Horizonte, José Honório de Rezende, a convite dos coordenadores do Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente (ObservaPED), ligado ao Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. A sessão é gratuita e aberta ao público externo.

Divulgação

Juízo conta a história real de jovens que ainda não completaram a maioridade penal, mas que estão em conflito com a lei por motivos como roubo, tráfico e homicídio. A trajetória desses adolescentes entre o momento da prisão e o julgamento é representada por atores, já que a identificação de jovens infratores é proibida por lei. As cenas finais revelam as consequências de uma sociedade que recomenda “juízo” a seus filhos, mas não o pratica.

Todos os outros personagens – juízes, promotores, defensores, familiares – são pessoas reais filmadas durante as audiências na II Vara da Justiça do Rio de Janeiro e durante visitas ao Instituto Padre Severino, local de reclusão dos menores infratores.

O MedCine é uma realização do Núcleo de Apoio Psicopedagógico aos Estudantes de Medicina (Napem), com apoio do Diretório Acadêmico Alfredo Balena (DAAB) e da Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Faculdade de Medicina.

Fonte:  Portal da Faculdade de Medicina da UFMG

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo