Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Trauma dentário é mais comum do que cárie

Imagem
Consumo de álcool é um dos fatores que aumentam risco de acidentes

Diagnóstico de câncer infantil desafia especialistas

Imagem
Muitas vezes, sintomas são confundidos com males comuns

Alerta amarelo: icterícia após duas semanas de vida é uma urgência pediátrica

Imagem
A colestase neonatal manifesta-se clinicamente com icterícia, colúria, hipocolia ou acolia fecal. Reveste-se de grande importância, uma vez que requer propedêutica urgente e precisa, com o propósito de definir o diagnóstico e tratamento. Diante de todo recém-nascido cuja icterícia persista além dos 14 dias de vida, impõe-se a dosagem das bilirrubinas (total e fração) e a observação da coloração das fezes e urina. Uma vez confirmada a colestase, é necessário o encaminhamento urgente para um centro de referência. Atresia biliar, uma das principais causas de icterícia colestática, necessita de correção cirúrgica antes dos 60 dias de vida. Este artigo enfatiza a importância da divulgação da avaliação da cor das fezes e da dosagem de bilirrubinas, a partir de campanhas como alerta amarelo.

Estudo mostra que diagnóstico do câncer infanto-juvenil demora até oito anos

Imagem
Dados alertam para a necessidade de identificação ágil da doença, a que mais mata brasileiros de 1 a 19 anos no país; chances de cura, que são altas, dependem disso

Por que nossos filhos estão obesos

Imagem
Pesquisa da UFMG indica que 39% dos alunos de escolas particulares de BH estão acima do peso

Toxoplasmose é tema de quiz do Observaped

O fórum de doenças infecciosas e parasitárias debate a doença