Diagnóstico de câncer infantil desafia especialistas

Muitas vezes, sintomas são confundidos com males comuns

 

 

Publicado em 30 de dezembro, no jornal O Tempo. Karla Emília de Sá é professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo