Postagens

Mostrando postagens de 2014

Hepatites Virais A, B e C em crianças e adolescentes

Imagem
As hepatites virais são um grave problema de saúde publica no Brasil e no mundo. Segundo estimativas, bilhões de pessoas já tiveram contado com os virus das hepatites e milhões são portadores crônicos. Os vírus da hepatite causam ampla variedade de apresentações clínicas, que vão desde um estado de portador assintomático, hepatite aguda, fulminante ou crônica até cirrose hepática e carcinoma hepatocelular. As equipes de atenção básica têm papel relevante no diagnóstico e no acompanhamento das pessoas portadoras, sintomáticas ou não, de hepatites. Nesta revisão, serão enfatizadas as hepatites pelos vírus A, B e C, mais frequentes em nosso meio.

Doença celíaca

Imagem
A doença celíaca é uma enteropatia caracterizada pela intolerância permanente ao glúten desencadeada por mecanismos autoimunes nos indivíduos geneticamente predispostos. A doença com seu quadro clínico típico e principalmente atípico tem se mostrado mais frequente do que se imaginava. Seu diagnóstico é baseado em suspeita clínica, exames sorológicos e biópsia intestinal. Este artigo discute ainda o tratamento que continua sendo a dieta isenta de glúten.

Desconstrução de preconceitos e participação no combate à violência nas escolas

Imagem
A solução de conflitos pelo diálogo foi o que Kleber Rangel Silva, aluno do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência, buscou desenvolver com 12 alunos adolescentes, do ensino médio, da escola Escola Municipal Oswaldo Cruz (Emoc), localizada no bairro Jardim América, em Belo Horizonte.

Para o desenvolvimento de sua dissertação “Encontros e diálogos na escola: promoção da saúde e prevenção da violência entre adolescentes”, Kleber trabalhou com os alunos do subprojeto que ele coordenou, “Paz e Poesia”, do projeto de extensão universitáriaFrutos do Morro”. Foram 13 encontros, entre os meses de abril e julho de 2012, com oficinas de criação de textos, sugeridas pelos próprios estudantes.

A partir das produções surgiram debates acerca dos temas, e foi produzida uma peça de teatro, onde eles reproduziram e problematizaram situações da própria vida. “Apareceram questões como racismo e o trabalho subalterno de muitos moradores da periferia, e eles conseguiram, po…

Estudo premiado caracteriza população com deficiência auditiva

Imagem
*Matéria publicada na edição 42 do Saúde Informa
Pesquisa realizada em Betim busca conhecer usuários do serviço para propor melhorias


[caption id="attachment_43627" align="alignleft" width="300"] Débora Jardim e a orientadora, Stela Maris.[/caption]

Conhecer os dados epidemiológicos dos usuários de serviços de saúde é o primeiro passo para o planejamento e processo de tomadas de decisões adequadas à saúde da população.

Pensando nisso, a aluna da primeira turma do mestrado em Ciências Fonoaudiológicas da Faculdade de Medicina da UFMG, Débora Soares Jardim, com orientação da professora Stela Maris Aguiar Lemos do Departamento de Fonoaudiologia, desenvolveu seu projeto de mestrado, que teve como objetivo caracterizar o perfil epidemiológico da população com deficiência auditiva, atendida em um serviço público de Minas Gerais, quanto a aspectos sociodemográficos, clínicos, assistenciais e comunicativos.

A autora explica que, desde 2004, o Ministério da Saúde asse…

Desvendando a história do câncer em Minas Gerais

Imagem
[caption id="attachment_43492" align="alignleft" width="300"] Lançamento da pedra fundamental do edifício do Instituto de Radium, 1921[/caption]

Através de uma pesquisa que durou mais de um ano, o artigo Instituto de Radium de Minas Gerais: vanguarda da radioterapia no Brasil, 1923-1935 foi produzido com o intuito de valorizar a história da medicina oncológica no estado de Minas Gerais.

Escrito por Ethel Mizrahy Cupershmid, historiadora e coordenadora acadêmica e Maria do Carmo Salazar Martins, cientista social e pesquisadora voluntária, ambas do Centro de Memória da Faculdade de Medicina da UFMG, o artigo é baseado em documentos e pesquisas datados de 1923 a 1935. De acordo com Ethel, o estudo propõe um olhar menos institucional e mais pautado no discurso baseado na historicidade e nos documentos e registros encontrados no Centro de Memória.

A historiadora destaca algumas curiosidades: por possuir um clima ameno, Belo Horizonte era vista, na época, como cid…

Resolutividade na Atenção Básica reduz número de internações em BH

Estudo destaca consequências positivas das ações resolutivas da Atenção Primária à Saúde (APS) em Belo Horizonte. Entre elas, a redução de 37,8% no número de internações por condições sensíveis nas áreas cobertas pela Estratégia de Saúde da Família



A criação do SUS determinou a concepção da Atenção Primária à Saúde (APS), também conhecida como Atenção Básica. A mesma época influenciou a criação dos nove distritos sanitários de Belo Horizonte compostos por 147 centros de saúde, porta de entrada para o Sistema Único. Com a tradição de investir na área, em 2002 a capital mineira tornou- se uma das pioneiras ao implantar a Estratégia de Saúde da Família (ESF) como modelo para organizar a APS. Depois de um ano, o município já apresentava cobertura quase total com as equipes de saúde da família nas áreas de muito elevado, elevado e médio risco. E ao longo desses 10 anos de implantação houve uma redução 37,8% no número de internações por condições sensíveis à atenção primária nas áreas cobert…

Perda de peso e fadiga podem ser sinais de diabetes em crianças

No ano passado, o Brasil foi classificado como quarto país do mundo com mais diabéticos

Pesquisa relaciona depressão em idosos com déficits cognitivos e Alzheimer

Imagem
*Matéria publicada na edição 41 do Saúde Informa
 Ao relacionar as três doenças, a pesquisa abre possibilidade de outros estudos que visam melhorar a vida dos idosos com prevenção e o tratamento adequado

[caption id="attachment_42979" align="alignleft" width="299"] Professor Breno Satler, do
Departamento de Saúde Mental[/caption]

O professor Breno Satler Diniz, do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, publicou, em parceria com profissionais da Universidade de Pittsburgh, Estados Unidos, artigo na revista Molecular Psychiatry. A publicação foi fruto da pesquisa desenvolvida em seu pós-doutorado nessa universidade.

O artigo buscou avaliar os mecanismos envolvidos com as dificuldades cognitivas apresentadas por idosos com depressão. O estudo foi feito com 80 pacientes acompanhados pelo Centro Avançado para Tratamento e Prevenção da Depressão no Idoso da Universidade de Pittsburgh. Foram considerados os marcadores estruturais do sistema n…

Mamãe e bebê

Imagem
Professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estão pesquisando sobre o desenvolvimento de bebês por meio do contato com a família.

Pneumonia

É a infecção do pulmão, que pode ter como agente causador tanto vírus como bactérias. Acomete crianças de todas as idades e merece especial atenção pela sua possível gravidade.

Piolho (Pediculose do couro cabeludo)

É um parasita (Pediculus) do couro cabeludo que causa uma doença que tem como principal sintoma a coceira. Seus ovos são conhecidos como lêndeas.

Parasitose intestinal

Infecção causada por parasita intestinal (como vermes e protozoários), sendo frequente em escolares e pré-escolares. 

Nariz entupido (Obstrução nasal)

A obstrução nasal é um sintoma muito comum na infância podendo levar a dificuldade na respiração e na alimentação. Uma das causas mais frequentes é a inflamação da mucosa e a presença de secreção nasal, na maioria das vezes decorrente de gripes, resfriados ou alergia respiratória.

Meningite

Meningite é uma inflamação das meninges – membranas que envolvem o cérebro – causada por diferentes bactérias, vírus ou fungos.

Esquistossomose

Esquistossomose (popularmente conhecida como xistose) é uma parasitoseque acomete principalmente o intestino, podendo também acometer o fígado, o baço e o pulmão.

Eritema Infeccioso

É uma doença exantemática causada pelo Parvovírus B19 e acomete crianças de dois a 12 anos. A transmissão ocorre por gotículas emitidas durante choro, tosse, espirro e fala, acometendo crianças geralmente no período de inverno e primavera.

Dor de ouvido (Infecção do ouvido, otite)

A dor de ouvido, na maioria das vezes, é decorrente de uma infecção no local, o que é muito comum na infância. Existem dois tipos de infecção: a otite media aguda, que acomete a região mais interna do ouvido, e a otite externa, que acomete o conduto auditivo.

Deficiência visual

É a dificuldade de enxergar, que pode ser desde um prejuízo contornável com o uso de óculos ou lentes de contato em alguns casos, até a cegueira.

Estudo analisa sofrimento psíquico entre estudantes de Medicina

Imagem
*matéria publicada na edição 41 do jornal Saúde Informa

A partir das demandas que chegam à Escuta Acadêmica foi possível avaliar dificuldades vividas pelos alunos e os ambientes de acolhida existentes na Faculdade de Medicina


[caption id="attachment_42903" align="alignleft" width="232"] Maria das Graças Santos Ribeiro, psicóloga e autora do estudo.[/caption]
Infrequência às aulas, reprovações, desinteresse pelo estudo: essas são algumas das demandas acadêmicas que chegam à Assessoria de Escuta Acadêmica do Centro de Graduação da Faculdade de Medicina da UFMG (Cegrad), e trazem veladas situações de sofrimento psíquico dos alunos da Unidade.
“Essas demandas aparecem como sintomas de que existem questões causando sofrimento aos alunos e, a partir dessas queixas, trabalhamos fatores associados às dificuldades emocionais de cada estudante”, explica a psicóloga e autora da dissertação defendida junto ao Programa de Pós- Graduação em Promoção de Saúde e Prevenção da…

Violência e Adolescência – Uma Dissonância

A violência juvenil ocupa um lugar emblemático na discussão sobre a violência no País e alguns mitos condicionam a compreensão da questão da prática de atos infracionais por adolescentes: o hiperdimensionamento do problema, a periculosidade e a irresponsabilidade do adolescente. Entretanto, a maior parte dos delitos cometidos pelos adolescentes são crimes contra o patrimônio e o fato de um adolescente ser inimputável penalmente não o exime de ser responsabilizado com as medidas socioeducativas.Violência e Adolescência – Uma Dissonância - PDF

Violência psicológica, física e sexual dentro de casa

Imagem
Notícia publicada no Saúde Informa
Pesquisa realizada em Ribeirão das Neves alerta para alto número de casos de violência praticada contra mulheres por parceiros íntimos.
Estudo realizado com 470 mulheres de um município da Região Metropolitana de Belo Horizonte revela que 42,8% delas já sofreram agressões psicológicas, principalmente, pelos parceiros íntimos. Os dados foram obtidos através de um recorte da pesquisa do Programa de Promoção de Saúde e Prevenção da Violência na Atenção Básica, que analisou também a violência física e sexual às mulheres.

Em dissertação defendida junto ao Programa de Pós--Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da Faculdade de Medicina da UFMG, a gerente de Unidade de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte, Doriana Ozólio, buscou compreender e discutir a violência, especialmente a praticada pelo parceiro íntimo, contra as mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) do município de Ribeirão das Neves, Minas Gerais.

Em 2012, pesquisadores r…

Cobreiro (Herpes zoster)

Recebe o nome de herpes zoster. É uma infecção aguda causada por vírus (o mesmo causador da catapora) que se apresenta latente (“adormecido”) no corpo humano.

Catapora (Varicela)

Também conhecida como varicela, é uma doença exantemática causada por vírus, muito contagiosa, autolimitada e na maioria das vezes branda.

Bullying

Bullying são agressões verbais e não verbais, intimidações, brincadeiras humilhantes sofridas e que acarretam um prejuízo significativo na vida das pessoas que as sofreram.

Colcha de retalhos: tecendo o combate à violência contra a mulher

A construção gradual de uma colcha de retalhos pelos participantes do projeto Para elas, por elas, por eles, por nós”, que propõe a implantação de uma rede integrada de atenção à mulher em situação de violência no Brasil, virou objeto de estudo da terapeuta ocupacional Patrícia Campos Chaves, em sua dissertação defendida junto ao Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da Faculdade de Medicina da UFMG.

A proposta surgiu durante a organização das atividades durante os encontros dos participantes do projeto. A colcha seria construída a partir de crachás de pano e crochê utilizados por eles. “A colcha virou um símbolo, representou para os participantes dos seminários o senso de pertencimento ao projeto”, explica a autora da dissertação.

A produção da colcha foi realizada em todos os eventos da rede pelo país e, a cada novo seminário, ganhou novos pedaços, novos significados e passou também a incorporar um pouco da história dos lugares.

Para o desenvolvimento…

Uso da Caderneta de Saúde da Criança por alunos de medicina da UFMG

A Caderneta da Saúde da Criança (CSC) é o instrumento criado pelo Ministério da Saúde para registro de dados de saúde, distribuída a todas as crianças nascidas em território brasileiro, e fica sob a guarda da família. Para que a CSC cumpra seu papel de comunicação, vigilância e promoção da saúde infantil deve-se fazer o registro correto e completo das informações, além do diálogo com a família sobre as anotações ali realizadas.Uso da Caderneta de Saúde da Criança por alunos de medicina da UFMG

Projeto visa melhorar relação entre bebês prematuros e mães

Imagem
Coordenado por professores da UFMG, o estudo será financiado pelo governo canadense através da instituição “Grand Challenges Canada”.

Sobrepeso não é sinal de saúde

Hoje, cerca de 15% das crianças e 8% dos adolescentes sofrem de problemas com a obesidade

Por que lavar o nariz da criança?

Imagem
A hidratação ajuda a prevenir doenças respiratórias. Saiba como aplicar o soro da maneira certa

Pediatria seleciona professores substitutos

As inscrições são até o dia 23 de outubro

Pediatria abre processo de seleção de monitores

São ofertadas cinco vagas, destinadas a alunos do curso de Medicina, entre o 7o e 10o períodos.

Violência contra o idoso ainda é pouco revelada no Estado

Imagem
Estudo da Faculdade de Medicina analisou situação da violência contra o idoso em Minas Gerais
A cada cem mil idosos, mais de 80 sofreram violência em Minas Gerais entre os anos de 2011 e 2012. Isso é o que revela as denúncias e notificações divulgadas pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificações (Sinan). Se não bastasse esse quadro, estudo de mestrado realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência, da Faculdade de Medicina da UFMG, indica casos que não foram registrados.

De acordo com a autora da pesquisa, Regina da Cunha Rocha, que também é gerente de Assistência à Saúde da Regional Oeste na Secretaria de Saúde de Belo Horizonte, as notificações e denúncias tornam públicos os eventos, mas ainda há um grande desconhecimento das formas silenciosas com as quais a sociedade convive com a violência. “O primeiro passo para o enfrentamento do problema é a compreensão e dimensionamento desse, o que exige a produção de informações fidedignas …

Violência sexual contra a mulher e seus desdobramentos

Imagem
Notícia publicada no Saúde Informa
Pesquisa qualitativa analisou impactos físicos, emocionais e sociais em vítimas de violência sexual por até um ano após o evento
A agressão sexual, considerada um problema de saúde pública pelo Ministério da Saúde, leva a conseqüências graves para a saúde física, psicológica e social da vítima. A questão foi apresentada na tese de Eliara Froes, defendida junto ao Programa de Pós-graduação em Saúde da Mulher da Faculdade de Medicina da UFMG. A motivação veio a partir de sua experiência em 24 anos de assistência psicológica em hospital público, com dedicação à saúde da mulher.

“A violência sexual contra as mulheres, assim como qualquer outra violência contra qualquer indivíduo, deve ser estudada e gerar conhecimento que ajude a diminuir a sua ocorrência. No caso específico da mulher, há maior importância do estudo ser realizado em nosso país devido às características culturais específicas”, aponta o professor Antônio Carlos Cabral, orientador da tese.

[cap…

Manter o cérebro ativo ajuda a memória

Imagem
Eu não me lembro…” quando a memória falha. Esse foi o tema da “Quarta da saúde”, que aconteceu nesta quarta-feira, 17 de setembro. Conduzida pelo professor do Departamento de Clínica Médica, Paulo Caramelli, a palestra ressaltou desde os tipos de memória às causas de sua perda.

[caption id="attachment_42350" align="alignleft" width="291"] Professor Paulo Caramelli[/caption]

Segundo o professor, a memória é um grande sistema de armazenamento de informações e citou um estudo, de 1958, que apontou que existem vários tipos dela. Nele, o paciente se submeteu a um procedimento de retirada de uma pequena região do cérebro, na tentativa de tratamento da epilepsia. Nenhuma área motora ou intelectual do jovem foi afetada, mas sua memória passou a falhar em alguns aspectos: ele não se lembrava de acontecimentos dos meses próximos à cirurgia e não conseguia gravar novas informações, mas recordava de toda sua vida anterior ao procedimento.

Caramelli explicou que existe …

Meningite mata dez por mês

Imagem
Somente a detecção precoce evita a transmissão e as sequelas da infecção

Fugindo do óbvio na hora do exercício

Imagem
Programa de rádio apresenta série dedicada a outros tipos de atividade, como a hidroginástica e a ioga, que trabalham aspectos físicos e mentais

Nós, seres humanos, não fomos feitos para ficar parados – a atividade física é fundamental e, mais do que isso, uma necessidade. Sendo assim, não é possível que uma pessoa sedentária tenha uma saúde plena. “Nossa espécie precisa de exercício físico. Quando nós ficamos sedentários, ficamos doentes. O ideal é que todo mundo realize algum tipo de atividade, inclusive as pessoas mais velhas”, garante o professor titular da Escola de Educação Física da UFMG, Luiz Oswaldo Rodrigues, que também é profissional voluntário do Hospital das Clínicas da UFMG.

[caption id="attachment_42274" align="alignleft" width="300"] Ioga é um dos destaques da série "Fuja do óbvio! Conheça outros tipos de atividade". Foto: Reprodução / Internet[/caption]

Por motivos diversos, existem situações em que o indivíduo não consegue realiza…

Novas epidemias de gripe são esperadas e podem ser superadas

Imagem
Saúde com Ciência apresenta série sobre a gripe e tira dúvidas sobre a mutação do vírus Influenza e a vacina contra a doença

Usar máscaras de proteção respiratória e evitar aglomerações foram algumas medidas adotadas por cidadãos do mundo todo em 2009. Isso porque, naquele ano, os órgãos de saúde presenciaram uma epidemia do vírus Influenza A H1N1, a popular gripe suína, que levou ao óbito mais de dez mil pessoas. Essa, no entanto, não é uma situação isolada – crises semelhantes são esperadas a cada década.

“É esperado que a cada dez anos ocorra uma grande mutação genética no vírus da gripe”, afirma o infectologista e professor da Faculdade de Medicina, Unaí Tupinambás. Segundo ele, o patógeno sofre alterações anualmente e, embora na maioria das vezes as mudanças sejam sutis, existe a possibilidade de uma nova cepa surgir a partir do contato com outros tipos de vírus da doença. “O vírus pode pegar uma parte do vírus da ave ou de outro animal e sofrer uma alteração genética. Nesses casos…

Estresse é multifatorial e não tem tratamento específico

Imagem
Na 3ª edição do Quiz Temático, Saúde com Ciência tira dúvidas sobre temas variados, dentre eles o estresse no trânsito

Ao colocarmos um objeto sob tensão – grandeza de força de tração exercida a uma corda por um objeto – em dada exposição por tempo indeterminado, geramos um estresse. A situação, explicada pela física, ajuda a entender o desgaste físico e emocional que somos submetidos diariamente. Trânsito, trabalho, escola, contratempos familiares, problemas de saúde: fatores que contribuem para o surgimento do estresse. Eles, no entanto, não devem ser encarados isoladamente como responsáveis pela condição.

É o que indica o professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina, João Gabriel Marques, que atua na área de prevenção do estresse. “É uma condição multifatorial. Ele nunca é causado por apenas uma situação”, afirma. Segundo o especialista, fatores externos como trânsito e trabalho contribuem para a manutenção da condição estressante, mas as causas primárias são …

Estudo relaciona hipoxemia em pacientes com doença falciforme

Imagem
*atualizada Às 11h50 de 1º de setembro de 2014
Distúrbio na concentração de oxigênio no sangue pode ser considerado fator de risco para enfermidades e mortalidade de crianças e adolescentes com a doença

Um grupo de 71 crianças e adolescentes de Belo Horizonte com a forma grave da doença falciforme participou de uma avaliação da função respiratória nasal e pulmonar para estudo da hematologista Ana Karine Vieira, da Fundação Hemominas.
Os resultados mostraram saturação de oxigênio abaixo do normal (hipoxemia) em 52,9% e dessaturação em 42,95% das crianças e adolescentes avaliadas. A pesquisadora afirma que esses dados são preocupantes e diferentes dos divulgados na literatura internacional. “A hipoxemia no estado basal na doença falciforme vem ganhando importância nos últimos anos, sendo identificada como fator de risco para o acidente vascular cerebral e associada à hipertensão pulmonar”, explica.

O achado de dessaturação durante caminhada em cerca de metade dos pacientes também chamou a a…

Conheça a febre chikungunya

Imagem
Programa de rádio apresenta série sobre doenças emergentes e pouco conhecidas no Brasil, como a febre chikungunya

Antes registrado na África, Europa e Ásia, o vírus chikungunya (CHIKY) já chegou aos países latino-americanos. Em regiões que fazem fronteira com o Estado do Amapá, como a Guiana Francesa, a doença tem se propagado rapidamente. Além disso, segundo o Ministério da Saúde, já são mais de 20 casos notificados no Brasil, todos eles importados.

Um dos mais recentes foi confirmado na última terça-feira, 19, no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, capital do Amapá. De acordo com o laboratório que fez o diagnóstico, a contaminação não ocorreu no Brasil.

[caption id="attachment_41629" align="alignleft" width="300"]Aedes aegypti (foto) e Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela, podem espalhar o novo vírus pelo país. Foto: Reprodução / Internet[/caption]

O paciente sentiu sintomas semelhantes aos da dengue: febre, m…

Bebês gerados por usuárias de crack são vítimas inocentes de vício que cresce no Brasil

Imagem
Para evitar o sofrimento desses bebês enquanto ainda estão na barriga das mães, pesquisadores da UFMG estão desenvolvendo um medicamento para diminuir os riscos da droga para saúde da criança

Homens e mulheres podem apresentar disfunção hormonal

Imagem
Programa de rádio Saúde com Ciência explica a importância dos hormônios para o funcionamento do organismo
A disfunção hormonal, que é a falta de produção de hormônios, pode causar queda de cabelos e pelos do corpo, estresse excessivo e inconstância no humor. De acordo com o endocrinologista e professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, Josemar Almeida, durante a menopausa a disfunção hormonal é uma resposta natural do corpo. “Ao entrar na menopausa a mulher já não ovula mais, o ovário deixa de produzir a quantidade de hormônio suficiente, levando a alterações no humor, na pele e ressecamento vaginal. Por isso, a reposição hormonal pode ser benéfica para a paciente”, explica. O estrógeno é um dos principais hormônios femininos e a baixa produção dele resulta na menopausa.

Já o principal hormônio masculino é a testosterona, que atua de forma fundamental para o desenvolvimento das características secundárias masculinas, como voz grossa, pelos, aumento de m…

Pessoas sonâmbulas requerem cuidados dentro de casa

Imagem
Saúde com Ciência explica o que é o sonambulismo e aponta cuidados para evitar acidentes
Imagine acordar de madrugada, andar pela casa sem dar sinais de que está fazendo isso de forma consciente e, sem nenhuma interferência, voltar a dormir e não se lembrar de nada no dia seguinte. Assim ocorre a maioria dos casos de sonambulismo, como explica o professor do Departamento de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, Maurício Viotti. “O sonâmbulo levanta, da uma voltinha e dorme de novo. No sonambulismo usual, a grande maioria dos casos não traz consequências pra qualidade do sono,” avalia.

No entanto, esses passeios noturnos podem ser perigosos, já que acidentes que envolvem quedas de escadas e cortes com objetos pontiagudos podem acontecer. Por isso, uma maneira de fazer com que o sonâmbulo fique imune a esses acidentes domésticos é tomando algumas atitudes simples. “Não deixar nada cortante, pontiagudo, que por acidente possa ferir a pessoa. Evitar uma janela aberta em que a pess…

Ensino reflexivo para diagnóstico acertado

Ensinar é uma habilidade que pode ser aprendida e, mais do que isso, deve ser monitorada. Pesquisa  publicada na edição de agosto da revista internacional Medical Education, realizada pelo professor do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG, Cássio Ibiapina, avaliou meios para aprimorar o ensino do raciocínio clínico e incentivar o desenvolvimento dos alunos de medicina nessa área.

As decisões clínicas tomadas pelos médicos afetam intensamente a saúde de seus pacientes. Segundo dados do Instituto de Medicina dos Estados Unidos, os erros médicos resultam em entre 44 a 98 mil mortes desnecessárias a cada ano naquele país. “Mas esse problema não fica restrito a essa população. É um problema mundial”, alerta o professor Cássio.

De acordo com pesquisa realizada por ele, vários fatores contribuem para que o erro aconteça. Porém, as falhas no processo de diagóstico são os principais responsáveis, correspondendo a 75% dos casos.  “Em geral, essas falhas são decorrentes de la…