Diagnóstico do câncer infanto-juvenil demora até oito anos

Sintomas parecidos com os de doenças comuns confundem os pediatras e levam ao atraso no diagnóstico, um dos principais motivos para o insucesso do tratamento.

Veiculado em 17 de janeiro de 2014, no Jornal da Câmara, da TV Câmara de Belo Horizonte, e na TV UFMG, no dia 13 de dezembro de 2013. Estudo para identificar o tempo de queixa dos pacientes antes da primeira consulta por especialistas foi realizado pela equipe envolvida no eixo “Qualidade de vida e diagnóstico precoce do câncer na infância e na adolescência”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo