Fugindo do óbvio na hora do exercício

Programa de rádio apresenta série dedicada a outros tipos de atividade, como a hidroginástica e a ioga, que trabalham aspectos físicos e mentais

saudecomcienciaNós, seres humanos, não fomos feitos para ficar parados – a atividade física é fundamental e, mais do que isso, uma necessidade. Sendo assim, não é possível que uma pessoa sedentária tenha uma saúde plena. “Nossa espécie precisa de exercício físico. Quando nós ficamos sedentários, ficamos doentes. O ideal é que todo mundo realize algum tipo de atividade, inclusive as pessoas mais velhas”, garante o professor titular da Escola de Educação Física da UFMG, Luiz Oswaldo Rodrigues, que também é profissional voluntário do Hospital das Clínicas da UFMG.

[caption id="attachment_42274" align="alignleft" width="300"]Ioga é destaque da série "Fuja do óbvio! Conheça outros tipos de atividade". Foto: Reprodução / Internet Ioga é um dos destaques da série "Fuja do óbvio! Conheça outros tipos de atividade". Foto: Reprodução / Internet[/caption]

Por motivos diversos, existem situações em que o indivíduo não consegue realizar exercícios no solo, por exemplo, mas tem como opção práticas “mais leves”, caso da hidroginástica. “Pessoas que têm artrose, doenças articulares e que devem evitar exercícios no solo, podem encontrar dentro das piscinas um ambiente em que existe esforço físico, mas que não vai fazê-las sentir dor”, explica Luiz Oswaldo Rodrigues.

E a hidroginástica é apenas uma das alternativas pra quem busca algo diferente de atividades como o futebol e a musculação. Segundo o professor de ioga Ricardo Gaya, graduado em Filosofia pela UFMG, a prática surgida no Oriente, comumente associada à meditação, também trabalha questões físicas. “A ioga vai desenvolver uma consciência corporal aguçada. Através das posturas, a pessoa vai sentir regiões do corpo que talvez ela ainda não tenha percebido. Também vai trabalhar força e flexibilidade, o alongamento do corpo”.

Ricardo Gaya ainda afirma que os benefícios da prática podem ser levados para o dia-a-dia do indivíduo. “A ioga vai sendo refletida nas ações rotineiras. A mente pode estar acelerada e a pessoa pode estar em paz com ela mesma. Então ela vai sentir bem-estar na hora de dormir, vai conseguir relaxar melhor. Essa consciência interna e externa tende a ser desenvolvida” resume.

Tema da semana


Tipos de luta, dança e ginástica artística também são temas deste Saúde com Ciência. Confira a programação:

Dançar pelo corpo e pela mente – segunda-feira (15/09/2014)


Ginástica artística – terça-feira (16/09/2014)


Hidroginástica – quarta-feira (17/09/2014)


Ioga: trabalhando aspectos mentais e físicos – quinta-feira (18/09/2014)


Lutas e saúde – sexta-feira (19/09/2014)


Sobre o programa de rádio


O Saúde com Ciência é produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. De segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h05, ouça o programa na rádio UFMG Educativa, 104,5 FM. Ele ainda é veiculado em 54 emissoras de rádio de Minas Gerais, Paraná e Estados Unidos. Também é possível conferir as edições pelo site do Saúde com Ciência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Raquitismo

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Recomendações sobre sono seguro