Professora comenta sanção do Marco Legal da Primeira Infância

Marco Legal da Primeira Infância 

 

[caption id="attachment_1085" align="alignright" width="301"]Site oficial Site Oficial[/caption]

Em março de 2016, foi sancionada a lei 13.257 que estabelece princípios e diretrizes para a implementação de políticas públicas para
promoção da primeira infância. O Brasil é o primeiro país da América Latina a instituir uma legislação avançada que promove os direitos da criança e sua relação com a família e a sociedade.


A primeira infância compreende o período da concepção até seis anos de vida. É nela que ocorre o desenvolvimento de habilidades sensório-motoras, sócio-emocionais e cognitivas, repercutindo ao longo da vida. É uma etapa fundamental na construção e formação da criança. Atualmente, existe uma preocupação mundial em promover um desenvolvimento pleno e integral do indivíduo.

 

A prioridade absoluta é assegurar os direitos da criança e do adolescente brasileiro, com as seguintes medidas:

 

  • Participação com escuta das próprias crianças na elaboração das políticas públicas, condição de sujeito de direitos e de cidadã;



  • Garantir o acesso à saúde, educação e lazer;



  • Garantir o direito de brincar. Organizar e estimular espaços lúdicos que propiciem o bem-estar, o exercício e a criatividade;



  • Qualificar profissionais sobre as particularidades da primeira infância. O acesso na capacitação e formação continuada de profissionais para atendimento de gestantes e crianças até seis anos que é garantido e prioritário. Em condições de vulnerabilidade, a importância do atendimento domiciliar deve ser reforçada. Atenção especial e proteção às mães que optem por entregar seus filhos à adoção e gestantes em privação de liberdade.



  • Instituir direitos e responsabilidades iguais entre mães, pais e responsáveis. Uma das leis aprovadas foi a ampliação da licença-paternidade de sete para 20 dias nas empresas que aderirem ao programa Empresa Cidadã.



  • Promover a justiça social, equidade e inclusão sem discriminação


 

Sabe-se que a criança do presente é o futuro de uma nação. Reafirma-se por lei a necessidade de investimento na primeira infância.

 

Cláudia Machado Siqueira é neurologista e professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais.

Saiba mais: Site Oficial do Marco Legal da Primeira Infância

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo