Consumo de álcool

Apesar de ser uma prática ilegal e desaconselhável, o consumo de bebidas alcoólicas por adolescentes e crianças é comum em nossa sociedade.



Isso é preocupante uma vez que a ingestão de bebidas alcoólicas por esse público, além de criar dependência, tem outras consequências, tais como: problemas nos estudos, problemas sociais, uso de outras drogas, risco de acidentes, homicídio e suicídio, além de comprometer o desenvolvimento, a coordenação motora e o funcionamento do fígado. A maioria das crianças e adolescentes começa a ingerir bebidas alcoólicas em ambientes familiares por influência dos pais ou parentes próximos. Mudanças bruscas de humor, isolamento, tonturas, falta de apetite, andar cambaleante, vermelhidão, enjoos, tremores, sonolência, agressividade e mau desempenho escolar podem indicar ingestão de álcool. Quando identificados, aconselha-se dialogar com a criança ou com o adolescente, mostrando-lhe as consequências de tal atitude, bem como procurar uma ajuda especializada. Os pais que oferecem ou permitem oferecer bebida alcoólica para crianças e adolescentes estão infringindo a lei.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo