Tuberculose

É uma doença infecciosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, podendo ocorrer em outros órgãos como intestino, ossos e rins.

A transmissão é feita por meio de gotículas expelidas por um doente ao tossir ou espirrar. Além disso, fatores que interferem na imunidade, como má alimentação, falta de higiene, tabagismo e alcoolismo também favorecem o estabelecimento da doença.

A tuberculose pulmonar na criança pode ser assintomática ou apresentar-se como uma gripe prolongada com tosse persistente, febre baixa no fim da tarde, perda de peso e sudorese noturna.

O diagnostico é baseado nos sinais e sintomas citados, na radiografia de tórax, no exame direto ou cultura de secreções, principalmente o escarro. Deve-se valorizar o contato domiciliar da criança com um adulto infectado.

O tratamento dura seis meses e é feito por meio de medicamentos, associados a medidas de controle da transmissão da doença. Tais medidas incluem evitar ambientes fechados por pelo menos duas semanas de tratamento, cobrir a boca ao tossir, dormir em quarto isolado e seguir adequadamente o tratamento. As pessoas que tenham contato íntimo com a criança infectada devem ser avaliadas por um médico.

A prevenção da tuberculose inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados e mal ventilados, a vacinação e a quimioprofilaxia, que consiste na administração de medicamentos em pacientes não infectados. Deve ser realizada em recém-nascidos cuja mãe apresente tuberculose ou em crianças que tenham contato em casa com um doente.

A vacina BCG confere proteção principalmente contra formas graves de tuberculose (meningite e miliar) e deve ser aplicada de acordo com o calendário vacinal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Raquitismo

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Recomendações sobre sono seguro