Boletim da SMP alerta amarelo

Neste boletim da Sociedade Mineira de Pediatria de 2016, lançamos novamente o Alerta Amarelo, reforçando a importância do reconhecimento precoce da colestase neonatal. Diante de todo recém-nascido cuja icterícia persista além dos 14 dias de vida, impõe-se a dosagem das bilirrubinas e a observação da coloração das fezes e urina. Uma vez confirmada a colestase, é necessário o encaminhamento urgente para um centro de referência.

download

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Pesquisa investiga relação da disfunção do músculo subescapular após artroplastia

Doenças relacionadas ao glúten