Setembro dourado: sinais “valiosos” para o diagnóstico precoce

05(32)A palavra câncer tem origem no grego, karkínos, e significa caranguejo. Uma das explicações para o significado reside no fato de os tumores crescerem e se espalharem como as patas de um caranguejo. De fato, é isso que ocorre quando as células se replicam de forma desordenada, originando a doença.

O mês de setembro é dedicado a ações que visam ao diagnóstico precoce dos canceres infanto-juvenis. Sinais como febre, sudorese noturna, dor nos ossos, inchaço abdominal e emagrecimento inexplicado devem chamar atenção de quem convive com crianças e adolescentes para a procura de um pediatra rapidamente. Grande parte das vezes esses sinais não levarão ao diagnóstico de um tumor, mas não se deve protelar a busca por um médico.

Segundo dados do INCA, são estimados 9000 novos casos de câncer infanto-juvenil por ano no Brasil, sendo essa a principal causa de morte por doença de 1 até 19 anos. Os tumores mais frequentes na infância incluem as leucemias que afetam os glóbulos brancos, células que participam da defesa do organismo; tumores do sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal); linfomas, também acometendo órgãos que participam do sistema imune. Há ainda o neuroblastoma que envolve células do sistema nervoso periférico e o tumor de Wilms que afeta os rins. Os dois últimos podem se manifestar com aumento de volume abdominal. Outros são o retinoblastoma, afetando o olho e osteossarcoma afetando os ossos.

Sinais valiosos


Tendo em vista que na criança fatores ambientais como dieta e cigarro parecem exercer menor influência no aparecimento do câncer, o diagnóstico precoce e o acompanhamento especializado devem ser enfatizados.

É preciso estar atento a alguns sinais “valiosos” que podem levar ao diagnóstico precoce :
Palidez, manchas roxas ou sangramentos pelo corpo
Caroços ou inchaços, especialmente se forem indolores e não acompanhados de febre
Tosse persistente ou falta de ar
Alterações oculares: mancha branca no olho, estrabismo súbito, perda visual, manchas roxas ou inchaço ao redor dos olhos
Dores de cabeça, sobretudo se houver aumento da frequência e da intensidade da dor , além de vômitos frequentes pela manhã ou com piora ao longo do dia

Cura da doença


Vale ressaltar que as taxas de cura dos tumores infantis estão em torno de 70% segundo dados do INCA. A maioria dos tumores apresenta boa resposta ao tratamento porque são células que ainda não se especializaram, sendo chamadas indiferenciadas, e por isso mais susceptíveis às terapêuticas atuais.

A informação é de grande valia no diagnóstico. Não deixem, portanto, de visitarem outras páginas para conhecer mais sobre o assunto!

Referências:


http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=343
http://www.setembrodourado.org.br/#coniacc

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Raquitismo

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Recomendações sobre sono seguro