Rubéola


É umadoençaexantemáticacausada por vírus, que é motivo de preocupação apenas quando é passada da mãe para o feto.Pois pode prejudicar funções importantes como a visão e a atividade cerebral do feto. Acomete mais frequentemente crianças maiores e adolescentes, mas atualmente, é pouco comum graças àvacinação.Quando presente, podeser considerada uma doença benigna. 





A transmissão ocorre através da inalação de gotas microscópicas de saliva contendo o vírus, chamadas perdigotos. A doença inicia com ínguas (linfadenopatias) atrás da orelha e no pescoço, falta de apetite e fraqueza, podendo apresentar  febrebaixa. Dois a três dias após, aparecem manchas róseas (exantema) inicialmente no rosto que vão se espalhando para o corpo. Após uma a duas semanas, a doença se resolve espontaneamente. Quase metade das infecções não apresentam sintomas.  





O contágio ocorre até uma semana depois do início dos sintomas. Portanto, é recomendado o afastamento nesse período. 





O tratamento é feito apenas com medicamentos sintomáticos, principalmente para febre. É importante evitar o contato do paciente com grávidas, e caso ele ocorra o médico deve ser avisado para fazer as orientações necessárias. A rubéola apresenta vacina fornecida pelo Sistema Único de Saúde. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Variabilidade da frequência cardíaca pode determinar risco de morte nasepse

Trombose de veia porta após cateterismo venoso umbilical: revisão da epidemiologia, profilaxia, diagnóstico e tratamento

Raquitismo